fogo fátuo

A pesquisa é um desenrolar de "deslocamentos". Nesse caso há uma busca pelo "vivenciar a paisagem", ou seja, uma aproximação mais íntima e subjetiva de busca pelo misterioso e visceral, pelo ancestral que nos liga à paisagem. "Fogo Fátuo" sai do contemplativo da paisagem para a busca do autêntico e orgânico por via da experiência artística. No repertório há aproximações junto às paisagens que fogem à simples mimese e se direciona no contato mais íntimo ao entorno.

 

“Tudo nos reenvia às relações orgânicas entre o sujeito e o espaço, a esse poder do sujeito sobre seu mundo que é a origem do espaço.”

Merleau Ponty